Category Clássicos Anarquistas

Pier Francesco Zarcone. Anarquistas e a Política.

Pier Francesco Zarcone. “Anarquistas e a Política”. Neste artigo Pier Francesco Zarcone da Federazione dei Comunisti Anarchici analisa os obstáculos teóricos que se têm interposto entre os anarquistas em relação à realidade social. O fenômeno da confusão permanente entre “apoliticismo” e negação da política burguesa, tem sido responsável por muitas das indeterminações estratégicas, ou até […]

Iain McKay. “Anarquismo, Marxismo e as Lições da Comuna de Paris”

Iain McKay. “Anarquismo, Marxismo e as Lições da Comuna de Paris” Nesse texto, McKay realiza uma discussão aprofundada da Comuna de Paris, relacionando-a com as ideias e práticas de socialistas libertários e autoritários. Conforme enfatiza em seu texto: “A Comuna de Paris é uma influência significativa para todos os revolucionários socialistas, anarquistas, assim como marxistas. […]

Kauan W. dos Santos. “Verde e Preto: anarquistas e socialistas libertárias diante das questões ecológicas, ambientais e agrárias

Kauan W. dos Santos. “Verde e Preto: anarquistas e socialistas libertárias diante das questões ecológicas, ambientais e agrárias Nesse artigo, Kauan W. dos Santos busca mostrar um balanço de ideias e experiências anarquistas diante das questões ecológica, ambientais e agrárias. Além disso, também mostra que, ao formular questões antidominações, não subjugando uma opressão à outra, […]

Jean Grave. “Colonização”

A Colonização está se expandindo demais, na época presente, para que anarquistas não tenham uma posição sobre essa questão. Em um tempo em que as então chamadas nações civilizadas estão disputando áreas de influência na África – em Tripolitania, no Congo, no Marrocos – dividindo as pessoas como gado, tudo isso ocultando os mais sombrios […]

Luigi Fabbri. “O Estado e a Revolução: sobre o livro de Lênin do mesmo nome”

Foi recentemente publicado pelo «Avanti!» um livro de Lênin, escrito após a revolução, que pelo título prometia ser um tratado que esgotasse a questão das relações entre a revolução e o Estado. Mas, confessamos ter experimentado uma forte desilusão. A personalidade de Lênin ficará gravada na história com caracteres de fogo. Só estes três anos, […]