Pedro Henrique Prado. “Pedro Baptista Matera e a escola operária 1º de maio: cenas do sindicalismo revolucionário e da educação popular no Rio de Janeiro”

Pedro Henrique Prado. “Pedro Baptista Matera e a escola operária 1º de maio: cenas do sindicalismo revolucionário e da educação popular no Rio de Janeiro”

Esse trabalho tem como objetivo analisar a militância do italiano Pedro Baptista Matera (1872-1934) com o movimento operário e anarquista no início do século XX, no Rio de Janeiro, mais especificamente, no bairro de Vila Isabel. Aproximando-nos de sua história, também, resgatamos a história da Escola Operária 1º de Maio (1903-1934) e sua atuação na formação dos operários e seus filhos em Vila Isabel, suas propostas para a organização dos trabalhadores locais do bairro e seu incentivo à Educação Popular. Consideramos importante o resgate histórico dessa experiência e das demais experiências vividas pelo sindicalismo revolucionário brasileiro, que trataram a Educação Popular como instrumento de luta e transformação social. O resgate histórico dessa escola nos leva a observar as estratégias dos anarquistas no Brasil, enquanto colaboradores revolucionários nos meios sociais, suas proposições para a formação proletária e como utilizam a Educação Popular como meio para a emancipação do proletariado

* Baixe o artigo completo aqui: Pedro_Henrique_Prado – Pedro_Baptista_Matera_escola_operaria 1º de maio: cenas do sindicalismo revolucionário e da educação popular no Rio de Janeiro

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: