Raphael F. Amaral. “As Coletividades da Revolução”

itha historiaRaphael Fernando Amaral. “As Coletividades da Revolução: coletivizações agrárias na Guerra Civil Espanhola”

Neste artigo, discute-se o processo revolucionário levado a cabo na Espanha entre 1936 e 1939 – chamado de “Guerra Civil Espanhola” ou “Revolução Espanhola” –, dando foco nos processos de coletivização de propriedades agrárias que foram promovidos pelos trabalhadores do campo. Tal medida, mesmo que convivendo com toda a problemática contextual, permitiu que se avançasse para uma forma de socialismo antiestatista construído pela base, forjando as bases daquele que foi, sem dúvidas, um dos grandes episódios do anarquismo na história.

* Baixe o artigo completo aqui: Raphael F. Amaral – As Coletividades da Revolução

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: